Segunda marcada por chuva e possibilidade de temporais no Rio Grande do Sul

Depois do calorão deste domingo em diversas regiões do estado, com marcas de 38,2°C em Campo Bom, 37,9°C em Rio Pardo, 37°C em Teutônia e Porto Alegre e 36°C em Pelotas, São Gabriel, Dom Pedrito e Bagé, a instabilidade retornará com força ao estado neste início de semana. As instabilidades nesta segunda-feira devem atuar de forma mais localizada e terão com princípio de formação forçantes térmicas (intenso calor). Já na terça-feira, a chuva promete ser generalizada e afetar todas as áreas do estado, devido ao avanço de um sistema frontal (frente fria) sobre o estado, que estará associada a formação de um ciclone extratropical na costa da Argentina. Em ambos os dias, o potencial para temporais com chuva forte acompanhada de descargas elétricas, rajadas de vento superior aos 60-70 km/h (eventualmente valores superiores) e até mesmo queda de granizo em pontos isolados é alta.


Nesta segunda-feira, o potencial maior para temporais e chuvas localizadas de verão será sobre áreas da Metade Sul, Centro e Nordeste do estado, incluindo: Fronteira Sudoeste, Campanha, Litoral Sul e Norte, Costa Doce, Serra do Sudeste, Serra do Nordeste, Grande Porto Alegre e região de Santa Maria. O período mais propício para formação e propagação de células de tempestade é entre o período da tarde e noite nestas áreas.


Entre a noite de segunda e tarde de terça-feira, intensas áreas de instabilidade (aglomerado de nuvens de tempestade) associados ao avanço de uma Frente Fria, poderão resultar na formação e propagação de uma Linha de Instabilidade (LI) desde o Uruguai até o Centro/Norte do Rio Grande do Sul. Esse tipo de sistema costuma provocar além de chuvas fortes e descargas elétricas, intensas rajadas de vento (> 70 km/h) associadas as "piscinas frias" das tempestades que se propagam de forma alinhada e eventual queda de granizo. As simulações computacionais de modelos numéricos de previsão de tempo (sobretudo os de Mesoescala) sugerem que este sistema será mais intenso nas áreas de fronteira do RS com o Uruguai e Argentina, Sul e Centro do estado. No entanto, todas as áreas do estado serão atingidas por este sistema, com alto risco para tormentas, até mesmo severas.

Essas mesmas simulações indicam que este sistema entraria em território gaúcho pela fronteira com o Uruguai ainda no início da madrugada de terça e no período da tarde já estaria chegando em SC.

Depois das instabilidades, as baixas temperaturas e a sensação de frio devem retornar ao estado a partir do meio desta semana e se intensificar a partir de sexta-feira. A Sigma trará maiores detalhes, em especial a previsão para o feriadão de carnaval, nos próximos dias! Fique ligado!


Na imagem em anexo, perspectiva de chuva acumulada (mm) nas próximas 72h entre o Uruguai e São Paulo. O modelo regional utilizado para esta projeção foi rodado pela Sigma e tem resolução espacial de 5 km (WRF inicializado com o modelo global norte americano - GFS).


Fonte: Sigma Meteorologia

Foto: Rafael Dable


0 visualização

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções