Santanenses produzem filme do Batman em Livramento



Na tarde do último sábado (12), a equipe do Sentinela 24H, conversou com dos jovens santanenses, que estão produzindo um longa-metragem amador do Batman, em Santana do Livramento.


Lucas é o interprete do Bruce Wayne/Batman, enquanto Thiago é o roteirista, produtor, fotógrafo e ainda faz algumas pontas como o Coringa, e junto com uma equipe de amigos que os apoia, estão tornando esse sonho realidade.


A ideia teria surgido em 2016, na época em que os santanenses estavam na escola e produziam fã filmes da Marvel. Naquele momento foi escrito um primeiro roteiro, porém a rotina de trabalho, quartel e do dia a dia acabou dificultando que o projeto fosse para frente na época.


A primeira cena oficial do longa foi gravada em 2019, e é a cena inicial. No final de 2020, o projeto deslanchou, em uma época em que Lucas estava até mesmo cogitando ir embora da cidade. Atualmente, o projeto já tem mais de 1 hora de duração, e está quase finalizado, sendo que as últimas cenas precisam ser gravadas somente.


Questionado sobre o porquê do projeto, Thiago contou que havia prometido para si mesmo que iria realizar um filme do Batman, "Não importa o tempo que demorar, eu vou fazer". O nome do longa é Batman Vertigem, e acompanha o personagem principal lidando com perdas em um momento muito delicado da sua carreira.


Os jovens adiantaram que várias figuras conhecidas do universo do morcego irão aparecer no longa, e até mesmo um trailer oficial do projeto já está disponível nas redes sociais do filme, e você pode conferir clicando aqui.


Sobre a questão de apoio ao projeto, Lucas e Thiago revelaram que a parte financeira ficou toda com eles, contando com apoio para divulgação da Prefeitura Municipal e do Sesc, sendo que a primeira exibição do filme será realizada no Cine Estação, para somente após ser disponibilizado na internet.


Uma das curiosidades que os santanenses compartilharam em relação à filmagem, foi o dia em que estavam gravando com sangue falso, mascaras e armas de airsoft e acabaram sendo abordados pela Brigada Militar após uma denúncia. Após isso, eles foram orientados a ligar para o 190 e avisar quando estivessem filmando, para que não ocorresse novamente.


Entre os principais desafios do projeto, a logística foi um deles. Lucas e Thiago revelaram que eles carregam pela cidade o figurino e equipamentos para filmar, embaixo do braço, pois não possuem meio de transporte para levar o material. O gasto e o tempo foram outros desafios, devido ao trabalho de Lucas, eles conseguem gravar somente no domingo.


Sobre as expectativas, "Nunca acreditei que ia chegar nesse ponto", contou Lucas. Ele ainda revelou que apoiou sempre o projeto por saber ser o sonho de Thiago, porém não imaginava ser reconhecido nas ruas pelo papel no longa.


Os jovens ainda revelaram que sua grande expectativa agora é justamente o reconhecimento, sendo que um próximo projeto já está em pauta, sendo um filme de terror psicológico.


Confira a entrevista na íntegra:



Fotos: Divulgação

419 visualizações0 comentário