Santanense vive drama ao sepultar esposa em ala do cemitério tomada por lixo e mato



Na tarde desta segunda-feira (28), o Motoqueiro Verde foi até o Cemitério Municipal de Santana do Livramento, acompanhar o drama que uma família vive após sepultar um dos seus entes queridos nos últimos dias.


André Borges Gonzales, sepultou sua esposa Irma de Almeida Guedes uma semana atrás. Além de viver a dor da perda e do luto, o santanense viveu uma triste situação ao se deparar com as condições precárias onde sua companheira iria descansar.


A ala do Cemitério em que Irma seria sepultada, estava completamente tomada por pasto alto, além de ter no entorno muito lixo depositado. Inconformado, André foi até a Secretária de Serviços Urbanos falar sobre a situação e pedir providências, sendo que lá foi informado que não poderia remover o corpo da mulher antes de passados quatro anos.


Toda família ficou indignada com a situação, do que foi classificado pelo homem como "Um desrespeito aos mortos". Ele ainda desabafou que não conseguia dormir a noite, pensando no local onde havia sepultado sua esposa.



Durante a transmissão ao vivo do Sentinela 24H, uma equipe da Secretaria de Serviços Urbanos chegou até o local para realizar a limpeza. O servidor público Adão, ainda conversou com a equipe e afirmou "A gente se depara com a situação e não pode se esconder".


O servidor ainda afirmou que a situação do lixo no local era mais complexa, pois não poderia ser depositado em qualquer lugar, por uma questão ambiental, e sim incinerado. Para tal processo, é necessário antes que seja feita uma licitação.


Com a limpeza do local, André afirmou ter ficado mais tranquilo, porém permanecerá acompanhando o trabalho que será realizado no local de descanso de sua companheira.


Fotos: Marcelo Ubal | Sentinela 24H



1,022 visualizações0 comentário

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções