Morte trágica de Ana Carolina repercute 1 ano depois, com manifestações por justiça



Neste dia 10 de junho, familiares e amigos da pequena Ana Carolina se uniram para pedir justiça, um ano após a morte da menina.


A mãe e familiares de Ana, que hoje moram em Bagé, se uniram em um ato de manifestação pedindo por justiça e por leis mais severas para esses crimes, que contou com 365 balões representando cada dia de sua ausência.


Santanenses também se manifestaram através das redes sociais, assim como a comunidade de Santana da Boa Vista.


Ana Carolina morou em Livramento, e estava com sua família em Santana da Boa Vista, quando o crime ocorreu.


Relembre o caso


O responsável pela morte de Ana Carolina Vinholes de Meneses Morais, 12 anos, enfim confessou o crime. Douglas de Oliveira, 29 anos, que está preso em Santa Maria, confessou o crime em depoimento à delegada Débora Dias, na última sexta-feira (19). O assassino alegou que "ouviu vozes que mandaram matar a criança".


Ele ainda disse que escondeu o corpo da vítima no roupeiro do seu quarto porque ficou nervoso ao ouvir a mãe dela batendo na porta à procura dela. O assassino negou ter estuprado a criança, mas os laudos do Instituto-Geral de Perícias confirmaram que houve abuso sexual. Foi coletado material genético para comparação com o que foi encontrado no corpo da vítima.


O inquérito será concluído nesta segunda-feira. O criminoso confesso deve ser indiciado por feminicídio e estupro de vulnerável. Ele está preso desde o dia 10 e foi novamente transferido para a Penitenciária de Santa Maria, onde está isolado.


Ana Carolina, que morava em Santana da Boa Vista há cerca de um ano com a mãe e o padrasto, foi encontrada morta na casa onde o homem morava com a mãe. A vítima procurava pela mulher, que é costureira.


Ana morou com sua família em Santana do Livramento e sua morte causou comoção na comunidade pelo crime brutal cometido por Douglas.

1,897 visualizações0 comentário