Mãe afirma que seu filho PNE sofreu negligência em atendimento no Pronto Socorro



No final da manhã deste sábado (14), a equipe do Sentinela 24H esteve no Pronto Socorro da Santa Casa de Misericórdia, acompanhando a denúncia de uma mãe, sobre negligência com no atendimento do seu filho portador de necessidades especiais.


Segundo relatou Sílvia, seu filho se chama Peterson e tem 21 anos. O mesmo é autista, e por volta das 6h da manhã acabou convulsionando e desmaiando. A avó do menino o encontrou assim, e com ajuda de vizinhos chamou o SAMU.


Peterson então foi encaminhado com sua família até o Pronto Socorro, e a mulher afirma que ele foi deixado sem atendimento no local. "Não falam nada com nada, não deixam a gente entrar lá. Ele está desacordado, perguntei se vão deixar ele morrer para dar algum atendimento", desabafou a mãe do jovem.


Além de autista, Peterson toma remédio controlado e já passou por um episódio semelhante, mas que acabou não sendo de gravidade, contou Sílvia. Ela ainda ligou para a Brigada Militar e foi até a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento, onde foi orientada.


CONTRAPONTO


A equipe do Sentinela 24H esteve em contato com a Diretora da Santa Casa, Leda Marisa, que afirmou que desde o momento que o rapaz foi socorrido pelo SAMU e deu entrada no Pronto Socorro, recebeu atendimento adequado. Além disso, a gestora deverá se manifestar durante a semana sobre o ocorrido.


Até o fechamento desta matéria, a família não havia retornado o contato para atualizar o estado de saúde do jovem.


Foto: Lucas Bichinque | Sentinela 24H

1.793 visualizações0 comentário