Fotógrafa santanense realiza projeto de inclusão para mulheres especiais em Livramento



A equipe do Sentinela 24H conversou com a fotógrafa Dady Pampim, a repeito de seu novo projeto fotográfico em Santana do Livramento. Voltado para inclusão, motivação e encorajamento, a santanense busca mulheres portadores de necessidades especiais maiores de 15 anos, e mulheres que estejam enfrentando o câncer. Confira a entrevista.


Como surgiu a ideia do novo projeto fotográfico?


Eu sempre gostei de me envolver em ações para ajudar quem precisa, ações sociais e campanhas etc... E como a minha profissão embora muitas pessoas não achem importante, eu particularmente tenho certeza que a fotografia tem um poder imenso. Motiva as pessoas, levanta a auto estima, marca o momento de cada pessoa que está sendo fotografada. Em cada projeto que realizo eu percebo que as pessoas se motivam, se encorajam e ficam maravilhosas em cada click.


Em que consiste esse novo projeto?


O projeto tem como objetivo incluir, motivar e encorajar. A sociedade ainda é muito preconceituosa. Precisamos mostrar a beleza das mulheres. O momento que estamos vivendo é de... apoiar, amar mais, ter empatia e encorajar umas às outras. E como pouco se vê projetos que incluam pessoas com deficiência e apoio as mulher que estão enfrentando o câncer, eu quero apoiar e mostrar através da fotografia a grandeza de cada uma delas. Você vê propaganda de loja de roupa feminina, por exemplo, com mulheres portadoras de deficiência? Difícil né? Quero buscar apoio com proprietárias de lojas que possam emprestar um look para cada uma das mulheres que vão participar da sessão de fotos.

É algo novo, porque estamos cansados do tradicional e do preconceito das pessoas!


Como as pessoas podem participar?


Quem quiser participar, pode me chamar no whatsApp (55) 98411-6369.

O projeto é voltado para mulheres portadores de todos os tipos e deficiência e também para mulheres que estejam fazendo tratamento contra o câncer.


Enviem uma foto, com nome, idade e especifique a deficiência.

Mulheres a partir dos 15 anos poderão participar.


Mais informações estarei passando através do Whatsapp para aquelas pessoas que me chamarem.


Qual a importância de um projeto como esse, para a comunidade santanense?


Já realizei dois projetos antes deste. Um, com crianças portadores de Síndrome de Down e outro com mulheres que estavam enfrentando o câncer de mama. A satisfação de cada participante foi notória. Os pais das crianças se sentiram orgulhosos. A estima de cada aumentou muito e conseguimos passar o nosso recado a sociedade. Todos somos iguais, merecemos apoio, oportunidade, atenção, carinho, amor... E empatia. É isso que falta, empatia e inclusão!


Quem é Dady Pampim?


Sou fotógrafa há seis anos. Para quem não me conhece, sou uma pessoa de extrema sensibilidade, me coloco muito no lugar do outro. E adoro me envolver em projetos e ações que visam mostrar que somos todos iguais. E sempre digo... E se você tivesse um filho com deficiência, um familiar ou até mesmo um amigo...? Se coloque no lugar do outro!

A maior satisfação pra mim, é olhar o resultado do meu trabalho fotográfico e perceber que ali, cada sorriso é de esperança, de auto estima e que com apenas um click eu vou eternizar aquele momento especial.


As fotos serão divulgadas nas mídias, meu face pessoal, minha página de trabalho e no insta.

Lembrando que o projeto é totalmente gratuito.


Quero agradecer a oportunidade de contar um pouco sobre o meu projeto.

Que tem muita importância sim... Aos poucos vamos acabar com o preconceito e falta de informação.


Todos somos livres e capazes de conviver juntos, cada um com sua limitação, mas com apoio, carinho e empatia podemos levar uma vida mais leve.

632 visualizações0 comentário