"Foi um crime praticado de maneira brutal", diz Delegada sobre homicídio ocorrido em Livramento



Após um episódio de extrema violência ser registrado em Santana do Livramento, onde um homem teve sua cabeça esmagada por uma pedra, a reportagem do Sentinela 24H procurou a Delegada de Polícia Civil Giovana Muller, para trazer maiores detalhes sobre o caso.


Segundo ela, assim que o fato ocorreu populares chamara a Brigada Militar, que teve informação a respeito de um suspeito e realizou a prisão em flagrante. Simultaneamente, a equipe de Investigações da Polícia Civil e IGP estiveram no local do crime.


Giovana relatou que o suspeito estava com os pés e mãos ensanguentados, e seu moletom apresentava outros indícios, no momento da prisão. Em razão da gravidade concreta e a brutalidade com que o crime foi praticado, a autoridade representou pela prisão preventiva do indivíduo.


O trabalho da Polícia Civil agora é de comprovar que os indícios apresentados se sustentam, com a perícia e a oitiva das testemunhas. Questionada sobre a motivação do crime, a Delegada disse que o suspeito já respondeu inquérito por tráfico de drogas, e uma das linhas investigadas é relacionada a um desentendimento relacionado a entorpecentes.


A brutalidade com que o crime foi cometido caracteriza a personalidade do indivíduo, destacou Giovana, "Crime foi praticado de maneira brutal". O crime foi enquadrado como homicídio qualificado.


Foto: Lucas Bichinque | Sentinela 24H

3.925 visualizações0 comentário