Fiscalização e Defesa Civil falam sobre ação do final de semana

Na manhã desta quarta-feira (11), a equipe do Sentinela 24h conversou com a equipe da Fiscalização do Comércio e Defesa Civil de Santana do Livramento, onde falaram sobre encerramento das festa no último final de semana em Livramento.


Durante entrevista o responsável da Defesa Civil informou que ainda há protocolos da covid que devem sem cumpridos e solicitações de eventos ou festas devem ser encaminhados para aprovação devido à liberação de 60 por cento de pessoas conforme o PPCI dos Bombeiros; "A ação se deu após denúncias realizadas para a Brigada Militar e nem sabíamos da festa do Caixeiral porque eles não tinham a autorização. Na Sociedade Espanhola houve também a denúncia sendo fiscalizado o local que tinha seus alvarás e liberações." Afirmou o Coordenador Ademir.


O responsável pela Fiscalização do Comércio Luan Moreira, onde afirmou que durante a fiscalização com o apoio da BM notaram um grande número de menores de idade na primeira festa que entraram; "Chegamos no local e acompanhamos os trabalho da fiscalização da vigilância e Bombeiros e notamos um grande número de menores com bebidas alcoólicas e abordamos esses menores e eles ficaram procurando respostas e enrolando a situação sem estarem acompanhadas de um responsável. Depois de todo trabalho na primeira festa o resto da equipe seguiu o trabalho na outra festa sendo constatado que não havia alvará valido para acontecer o evento ali e nem alvará de saúde, pois estava vencido, com base nisso pedimos que encerrassem a festa e acabou dando todo o tumulto na saída. Nosso serviço foi necessário deixar de ser feito devido todo o tumulto e não conseguimos notificar. A orientação a partir de agora é necessário cobrar o alvará de licenciamento devido à responsabilidade ser do organizador dos eventos. A Fiscalização com os demais órgãos apenas realizou seu trabalho". Disse o responsável.


A fiscalização pede que os organizadores das festas realizarem toda documentação necessária para que situações assim não aconteçam novamente. A equipe se colocou a disposição para maiores dúvidas caso seja necessário.

Foto: Lucas Bichinque / Sentinela24h

348 visualizações0 comentário