"Eu não consigo viver mais", diz mãe que sofre com graves problemas de saúde e precisa de ajuda



Na tarde de sexta-feira (07) a equipe do Sentinela 24H foi até a Rua Jauri de Medeiros nº 211 no bairro Santa Rosa em Santana do Livramento, contar a história da Luciana Freitas Martins que sofre com dores cronicas e sérios problemas de saúde.


Em relato, Luciana diz que começou a sentir dores intensas no coluna e logo após precisou se submeter a uma cirurgia para retirada de um nódulo no seio e pensava que as dores que estava sentindo anteriormente seria em questão desse problema no seio, mas a dor voltou e com mais força e necessitou ficar até mesmo mais de 45 dias internada no hospital, mas os remédios não estavam fazendo efeito e os médicos decidiram dar morfina para aliviar a dor.


Durante dois anos de fortes dores e vários exames para tentar descobrir, Luciana passou por novas análises para tentar descobrir o que ainda estava causando tantas dores intensas, foi então que um dos exames apontou que a mesma estava com uma doença na cervical, mais especificamente um disco de hérnia e necessitava de cirurgia.


Um ano após o resultado, Luciana conseguiu uma consulta com um especialista em Pelotas/RS, e precisou realizar a cirurgia na coluna, mas que infelizmente não teve sucesso e as dores voltaram mais fortes e deixando ela quase sem andar e ficando dependente de ajuda dos familiares para fazer sua rotina do dia a dia em casa.


"Eu não consigo viver mais", declarou ela sobre sua situação. Luciana que vivia com a família em Dom Pedrito, retornou para prestar apoio ao seu pai após o falecimento da mãe, e em busca de algum auxílio em seu tratamento e que até mesmo fosse encontrada uma solução para suas dores.


Hoje, a mulher vive a base de fortes medicamentos, inclusive morfina, para amenizar suas dores. Luciana ficou extremamente emocionado ao relembrar durante a entrevista, que devido a seu estado de saúde, não poderá passar o seu dia junto ao filho. "Ele sempre foi meu enfermeirinho", desabafou.


Neste momento, a santanense que já tem vários exames marcados, um grande gasto com medicamentos e pouco dinheiro, fez um apelo por qualquer tipo de ajuda para a população. Além de ajuda para custear medicamentos e os futuros exames que precisam ser realizados, na esperança de solucionar sua condição, ela contou que alimentos também são bem vindos e emocionada pediu, "até mesmo orações".


Foto: Lucas Bichinque | Sentinela 24H

898 visualizações0 comentário