Entre Vírgulas: A vida pela Metade



Você já reparou que vivemos pela metade?


Nosso ciclo de 24 horas e pela metade! Acordamos pela manhã e já damos um pulo, porquê já está na hora. Tomamos café correndo para não nos atrasarmos para o trabalho. As notícias do jornal, só a manchete. Muitas vezes comemos um lanche na hora do almoço por falta de tempo. Cochilamos no ônibus, escovamos mal os dentes, nos penteamos para o gasto, a olhada no espelho é um flash, até ir ao banheiro tem tempo marcado, etc...


Andamos na rua como robôs, sem prestar atenção aos anúncios, cartazes... A sorrir para as pessoas sem receber o sorriso de volta, ao bom dia/boa tarde/boa noite mecânico...


A poluição? Nem percebemos! Não vivemos o tempo integral das coisas que fazemos. Não nos damos esse luxo por entender que a vida diária nos consome. Mas devemos lembrar que o tempo da gente, é a gente que faz, que somos responsáveis por nossa qualidade de vida, e se vivemos pela metade é porque permitimos.


Muitas vezes isso influencia nossa saúde. Muitas doenças adquirimos por viver assim. As vezes pedimos socorro e somos ignorados quando precisávamos tanto ser vistos. Corremos diariamente em busca de um dinheiro que sem dúvidas fica pela metade para pagar as contas. Não escutamos o som dos passarinhos, não visualizamos a flor, não ouvimos o galo da madrugada, não colhemos a fruta do pé e nem temos sequer uma planta (por que requer cuidado e cuidado é tempo).


Vivemos em doses pequenas e não percebemos. Nos contentamos com as migalhas diárias de vida! Aceitamos pacificamente uma vida com a metade das cores, dos sabores, dos amores, de tudo enfim...


Esquecemos o sol, o ar, a lua, a imensidão... A vida pela METADE!


Poupamos "ELA" que aos poucos se gasta e se perde em si mesma!


Foto: Virginia Abreu Fialho | Sentinela 24H

56 visualizações

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções