Entre Vírgulas: A saga da aposentadoria



Eu sempre digo que temos o "antes" e o "depois" numa aposentadoria. No "antes", fazemos mil planos como viajar, comprar uma casa no campo ou na praia, temos tempo para nós mesmos ou quem sabe até escrever um livro.


É um momento muito esperado na vida de qualquer trabalhador. No "depois" não é tão simples assim, é uma fase complexa e cheia de descobertas pessoais.


A teoria é muito linda, mas a prática nem sempre corresponde as nossas expectativas. Quem já passou por esse rol sabe o que estou falando.


Devemos refletir sobre várias coisas que ninguém nos conta e que nem imaginávamos. Percebemos ao longo do tempo o quanto nossa vida era associada ao trabalho e nos desligamos deste perfil profissional leva tempo e é muito relativo para cada um.


A ficha não cai de um dia para o outro. E aposentar-se pode ser muito decepcionante. Pode ser até um momento dramático. Essa transição nos primeiros meses pode ser muito difícil para alguns a ponte de criarem uma verdadeira crise existencial.


O que era novidade não ter que correr mais atrás do relógio, ter hora para almoço e jantar, etc... poderá se desgastar rapidamente. E isso gera perplexidade e surpresa para várias pessoas.


A imagem do aposentado na sociedade está associada a "fim", que cumpriu sua missão e que portanto está descartado.


Ser aposentado é sinônimo de "velhice" e é por isso que muitos aposentados não dizem que o estão, pois não querem ser vistos como um poste, como a notícia de "ontem" e sim de "agora".


O negócio é planejar com antecedência o que você deseja, quais os planos, suas aspirações...


Verifique se você precisa de habilidade, experiência ou educação na execução dos mesmos. E tire proveito dessa nova fase, não desperdice as oportunidades, descubra sua vocação e materialize-a.


Seja feliz e obtenha resultados positivos de corpo e alma.

43 visualizações

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções