Empresário e vice-presidente da ACIL fala sobre o momento atual do comércio em Livramento



Na tarde desta segunda-feira (07), a equipe do Sentinela 24H conversou com o empresário e vice-presidente da ACIL, Raed Shweiki, sobre o momento atual que o comércio santanense vive.


Segundo Raed, até meados de novembro e dezembro, comerciantes e ACIL estavam otimistas, porém, nos meses de janeiro e fevereiro as vendas acabaram oscilando e diversas demissões ocorreram, preocupando todo o setor.


"Se o pessoal não tem poder aquisitivo e emprego, infelizmente o comércio não funciona e não gera emprego, vira um ciclo", afirmou Raed. Outro fator que o empresário destacou nesse cenário, é o de que diversas pessoas acabam indo embora da Fronteira, em busca de novas oportunidades, "Vemos mães chorando porque os filhos vão embora", lamentou.


Questionado sobre o posicionamento oficial da ACIL, o vice-presidente relatou que a situação preocupa muito, e orientou as pessoas que queiram abrir uma empresa ou precisem de algum tipo de ajuda, entrarem em contato, pois a entidade está disponível para ajudar no que for preciso. "A ACIL oferece assessoria para empresários e até empregados", contou ele.


Até mesmo auxílio para conseguir empréstimos para aqueles empresários que por ventura precisem de ajuda para quitar sua situação financeira, a entidade é capaz de passar a orientação sobre o programa do governo correto, e os bancos conveniados.


Como empresário, Raed vê com otimismo todo o contexto atual e espera que a pandemia passe, para que novamente possa ser gerado mais emprego e renda em Santana do Livramento.


Confira a entrevista na íntegra:



Foto: Yuri Teixeira | Sentinela 24H

270 visualizações0 comentário