Delegada fala sobre denúncias de abusos em Livramento e alerta comunidade



Na tarde desta segunda-feira (30), a reportagem do Sentinela 24H foi até a Delegacia de Polícia Civil conversar com a Delegada Giovana Muller, sobre as denúncias de abuso sexual realizadas ao longo dos últimos dias.


Três denúncias estão sendo investigadas pela Polícia Civil, onde duas delas as vítimas são crianças de somente 4 anos. Segundo a Delegada, o trabalho da polícia é verificar a autoria e materialidade de cada um dos casos.


Uma das dificuldades apresentas nos casos envolvendo crianças, é que elas não são ouvidas diretamente pela Polícia, e sim através da avaliação de um Psicólogo ou Psiquiatra, seja qual for mais qualificado na oitiva.


Sobre os casos, Giovana declarou que até o momento não há nenhuma definição no que diz respeito a autoria dos crimes. Várias pessoas são suspeitas, não a real autoria ainda está sendo investigada pelo policiais.


Um ponto que chama á atenção das autoridades é o elevado número de estupros que estão acontecendo na cidade, envolvendo crianças. Nota-se que os supostos abusadores são pessoas muito próximas das vítimas.


É necessário que aqueles que devem cuidar das crianças estejam alertas, e que orientem os pequenos desde cedo a não permitir que ninguém toque nos seus corpos ou partes íntimas, e a Delegada ressaltou a importância dos pais conversarem com seus filhos para que eles não tenham nenhum segredo com eles.


Outro ponto importante é que os responsáveis devem ficar atentos a mudança de hábitos das crianças, pois é um sinal de que algo pode estar errado. Sobre as denúncias, Giovana contou que podem ser feitas em qualquer órgão. Ela ainda esclareceu que nem sempre ela irá gerar uma prisão em flagrante, pois para que este ocorra é necessário que o abusador seja autuado no momento em que ele está cometendo o abuso, e isso é muito difícil.


Foto: Manuel Posada | Sentinela 24H

1.364 visualizações0 comentário