Cordão Umbilical do Amor



Hoje vou falar das mamães que geram seus filhos em outra parte do corpo: o coração!


É neste órgão que a sementinha é plantada e cresce tal qual na barriga. Uma das missões mais lindas que Deus confiou a uma mulher foi a de gerar a vida. Mas e quando isso não acontece, pois, muitas não engravidam por fatores diversos, físicos e até mesmo emocionais. Mãe não é apenas quem gera e bota no mundo. Mãe é quem cria, quem ama. O primeiro ''elo'' é a vontade de querer ser mãe. E o cordão umbilical é o ''elo'' entre mãe e filho.


E qual seria o ''elo'' das mães que não geram, que não tem bebes em seus ventres, que não enjoos que não sentem o primeiro tremor quando o o bebê se mexe, seu corpo se modificar?


Eu diria que é o ''elo'' do amor! Que cresce a medida que o bebê amadurece em seus pensamentos e em seu coração. Em vez de ser ''intra-uterino'' é ''intra-coração''. É um coração gestante, que cresce, aumenta, pulsa com força, transborda sentimentos e emoções.


Ele é infinito para caber o amor inesgotável que sente pelo seu filho. Seu filho sim, porque pode não ter nascido dela, mas nasceu para ela. Isso é essência de um amor puro. Nenhuma mãe é perfeita mas todas fazem o melhor por seus filhos. O que importa não é a ligação do cordão umbilical e sim a ligação de carinho e companheirismo que será para a vida toda.


Vai muito além de um DNA.


Não se desenvolveu em sua barriga mas cresceu nos seus braços, que foi ela que embalou quando chorava, ajudou nos primeiros passos, levou para a escola, brincou, sorriu, amou...


Você é meu por amor, por direito do coração! Esse amor gerado no peito, vai muito além de traços físicos, condições genéticas ou qualquer outra coisa. Amar um filho gerado no coração é superar preconceitos, barreiras, imposições, é segurar um ser indefeso no colo, olhar para ele e ter a certeza de que é seu desde antes de nascer.


O coração é um ventre onde os que amamos são cuidados. Quando o bebê nasce, o médico coloca nossa filho em nossa barriga, nos dá para beijá-lo. Esse momento é único!


Pois bem, a mãe que pega seu filho no abrigo definitivamente para levá-lo para casa para cuidar e amar sente a mesma coisa sendo envolta, por uma luz que incontestavelmente vêm do andar de cima!


A todas as mães o meu carinho e admiração pois onde estiverem vocês sabem como fazer a diferença no mundo!


FELIZ DIA DAS MÃES!

156 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo