Confirmados mais dois casos do novo coronavírus no RS



Mais dois casos de Covid-2019 foram confirmados pela Secretaria Estadual de Saúde, nesta sexta-feira (13), no Rio Grande do Sul, ambos moram em Porto Alegre. Um deles é um homem, de 38 anos, que viajou para Portugal, Dinamarca e Inglaterra. O outro paciente é uma mulher, de 59 anos, com viagem para os Emirados Árabes Unidos.


Esses dois casos não constam no boletim epidemiológico divulgado nesta sexta, porque o resultado saiu após o fechamento do informe publicado.

O Rio Grande do Sul tem 80 casos suspeitos do coronavírus, sob investigação, conforme o último boletim do Centro Estadual de Vigilância Sanitária, divulgado na tarde de sexta-feira.


No total, além dos dois novos casos, outras quatro pessoas tiveram exames positivos para o novo coronavírus: duas em Porto Alegre, uma em Caxias do Sul e uma em Campo Bom.


Esta última já apresentou melhora e é considerada curada pela Secretaria de Saúde, mas segue aparecendo no levantamento. Outros 203 pacientes tiveram o diagnóstico descartado para o coronavírus.


Entre os casos confirmados, suspeitos e descartados, 161 (56%) são do sexo feminino e 127 (44%) do sexo masculino. A faixa com maior número de casos é a dos 20 aos 49 anos, com 171 casos (59%). Confira abaixo:



Já em relação às cidades, a que mais concentra casos investigados é Porto Alegre. Confira abaixo:


Caxias do Sul - 2

Erechim - 1

Estância Velha - 1

Farroupilha - 1

Gravataí - 4

Montenegro - 1

Novo Hamburgo - 3

Palmeira das Missões - 1

Passo Fundo - 1

Porto Alegre - 41

Santa Maria - 2

Santiago - 2

São Luiz Gonzaga - 1

Tramandaí - 2

Vacaria - 3

Venâncio - 1

Outros países - 6


Recomendações do Ministério da Saúde

Em coletiva de imprensa nesta sexta-feira (13), o Ministério da Saúde recomendou que municípios que tenham casos confirmados de coronavírus aumentem o número de equipes de assistência à população.


Isso deve ser feito com a participação de estudantes de medicina e enfermagem, e, se necessário, com a convocação de servidores aposentados.


Outra recomendação é que médicos que tratam pacientes que fazem uso de remédios contínuos, prescrevam com período maior, para que as pessoas não precisem circular nas unidades de saúde.


Para pessoas que desembarcarem em Porto Alegre, vindas do exterior, a sugestão do governo federal é de que entrem em contato com a empresa em que trabalham e proponham um isolamento voluntário de sete dias.


Alterações nas universidades

Pelo menos três universidades do RS suspenderam as atividades em função dos casos.


A Universidade Federal de Pelotas (UFPel), na Região Central, suspendeu as atividades por três semanas. A Universidade Federal do Pampa (Unipampa), na Região da Campanha, emitiu uma nota na noite de quinta-feira (12) cancelando as aulas até 28 de março.


A Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) também cancelou as aulas em todos os campi do Brasil, inclusive o de Porto Alegre. As atividades devem ser retomadas no dia 23, em caso de “condições de segurança”.


Na tarde desta sexta, a Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) emitiu a seguinte determinação, também suspendeu as aulas.


E a Assembleia Legislativa anunciou que a partir de segunda (16) o público não poderá acompanhar audiências e sessões plenárias. Segundo o anúncio, as sessões seguirão acontecendo, mas só deputados e servidores terão acesso.



Fonte: G1 RS


538 visualizações0 comentário