Como pedir para o Google remover dados pessoais da busca



A vitrine do Google para outros sites ajuda a encontrar informações na internet, mas é um problema quando dados pessoais estão disponíveis sem o consentimento dos titulares.


Para resolver o problema, a empresa liberou na última quarta-feira (27) um formulário onde usuários podem pedir a remoção de seus dados pessoais. Ele pode ser usado para apagar informações como CPF, números de contas bancárias, endereço, telefone e e-mail das buscas.


O formulário também serve para pedir ao buscador a remoção de itens que envolvam fotos e vídeos íntimos, imagens pornográficas falsas, pornografia relacionada ao nome do usuário, abuso infantil, imagens de pessoas que têm menos de 18 anos, entre outros.


A exclusão não é automática e depende de uma avaliação do Google.


Passo a passo para pedir a exclusão de seus dados da busca

  1. Acesse o formulário criado pelo Google neste link;

  2. Em "O que você deseja fazer?", escolha "Remover informações encontradas na Pesquisa Google";

  3. Informe que deseja remover informações que estão "Nos resultados de pesquisa do Google e em um website";

  4. Indique se você já entrou em contato com o proprietário do site (webmaster) – caso isso tenha sido feito sem sucesso ou o usuário prefira não falar com o site, o Google permitirá continuar o formulário;

  5. Em seguida, clique em "Informações pessoais, como números de identificação e documentos particulares".

O que precisa ser incluído no pedido

Depois de indicar que pretende remover dados pessoais da busca, o usuário precisa especificar que tipo de informação quer tirar das buscas. O Google exibe estas opções:

  • Dados de contato, como endereço, número de telefone ou endereço de e-mail

  • Um número de identificação emitido pelo governo

  • Uma conta bancária ou o número de um cartão de crédito

  • Assinatura manuscrita e imagens de documentos de identificação

  • Um documento médico restrito e pessoal

  • Credenciais de login confidenciais


De acordo com a escolha, o Google apresenta uma nova etapa em que usuários devem informar seus dados de contato, incluindo nome, país e e-mail.


O Google também pede para usuários enviarem links de sites e de resultados de busca que exibem os dados pessoais – nos dois casos, é possível enviar até 1.000 URLs. Para facilitar o processamento do pedido, o buscador também solicita capturas de tela das páginas citadas nas listas.


A empresa pode perguntar se a publicação dos dados tem relação com doxxing, ato que se refere ao compartilhamento de informações pessoais com intenções maliciosas, de ameaça ou de assédio.


Remoção não é automática

Ao anunciar a novidade, a empresa explicou que avaliará o conteúdo da página para garantir que a retirada do link da busca não limitará o acesso de outras pessoas a informações úteis.


"Também avaliaremos se o conteúdo aparece como parte do registro público nos sites do governo ou de fontes oficiais. Nesses casos, não faremos remoções", disse o Google.


"A remoção de conteúdo da Pesquisa Google não o removerá da Internet, e é por isso que você pode entrar em contato diretamente com o site de hospedagem, se estiver à vontade para fazê-lo", continuou a companhia.


Fonte: G1

90 visualizações0 comentário