top of page

Ciclone no RS: sobrevivente de 99 anos ficou 9 horas agarrada em parreira à espera de resgate

Uma idosa de 99 anos ficou 9 horas agarrada em uma parreira à espera de resgate após a inundação que atingiu Roca Sales, no Vale do Taquari, em decorrência da passagem de um ciclone extratropical pelo RS. A aposentada Elma Clara de Souza foi levada por um helicóptero ao Hospital São Camilo, em Encantado, com um quadro de hipotermia.

No sábado (9), ela recebeu alta da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e foi para o quarto. Moradora do município há três décadas, a mulher contou, à reportagem da RBS TV, que não acreditava que a água invadiria a casa.


"Um rapazote, que vem de vez em quando cortar a grama, entrou e disse 'Dona Elma, tá entrando água' e eu disse 'não tá entrando água aqui'. Quando eu vi já tava entrando água no meu quarto, de todos os lados", relata a idosa.


A água inundou a residência, que ficou totalmente destruída. Uma cuidadora foi quem ajudou Elma a chegar até o local que ela ficou aguardando o resgate.



"Fiquei rezando. Cantamos, eu e a minha cuidadora, 'mãezinha do céu, nos ajuda' e ficamos lá", relembra a aposentada.

Nesta segunda-feira (11), Elma reencontrou a cuidadora Carmem Beatriz Bedhun. A profissional conta que foram momentos de tensão, enquanto a água subia.


"O cara que salvou nos botou uma tampa de ferro que veio por cima daquela parreira e apoiou eu e a vó pelo ladinho, assim, para não deixar nós cair. Eles pegaram nos braços dela e eu ajudei a ancorar as pernas dela", afirma Carmem.


O diretor técnico da UTI acredita que em alguns dias a idosa já poderá receber alta hospitalar.


Foto e texto: G1/RS

0 comentário
bottom of page