Cenário de guerra em Rivera após tiroteio com uso de fuzil e granada de gás lacrimogêneo

O amanhecer deste domingo, 23 de fevereiro de 2020, foi violento na cidade de Rivera, no Uruguai, pois um tiroteio no bairro Lavalleja, na altura das ruas Dr. Ugon, Leandro Gomez e av. Presidente Vieira, deixou um cenário de guerra.


Casas e carros perfurados e muita munição de revólver, pistola, Fuzil e até mesmo uma granada de gás lacrimogêneo, supostamente de gás, estavam em via pública, denunciando que a guerra entre facções na cidade vizinha, teve mais um capítulo.


A equipe do Sentinela 24H, que acompanhou o trabalho da policia de Rivera, na noite anterior, quando foram acionados para ir até a vila Sônia, pois havia um homem baleado, onde o mesmo teria sofrido dois disparos, não encontrou nenhuma cena de crime naquela ocasião, porém, no amanhecer do domingo, por volta das 6h, varias mensagens pediam que a policia fosse avisada de "um terrível tiroteio no bairro".


Em poucos minutos, os policiais foram até o local, mas o que encontraram foi algo que dificilmente é visto na Fronteira da Paz.


As investigações estão sendo feitas e a 10ª Seção de Policia de Rivera atendeu a ocorrência, que começou no amanhacer e se estendeu por toda a manhã. A Policia Científica também foi fazer o trabalho, registrando e coletando dados para elucidar o caso.


Semanas atrás, membros da facção "Os Manos" foram presos em Rivera, após ataques a grupos rivais. Uma operação prendeu os mesmos, entre eles, dois brasileiros.


Atualizaremos








7,408 visualizações0 comentário