Casal de uruguaios é preso com documentos falsos na Delegacia de Polícia Federal



Na tarde de segunda-feira (11/07), a Polícia Federal prendeu em flagrante um casal de uruguaios por uso de documento falso.


Os estrangeiros apresentaram documentos alegando residir em Quaraí a fim de obterem a autorização da Polícia Federal para residência permanente no Brasil.


Entretanto, durante a entrevista com o casal na delegacia de Santana do Livramento, os policiais federais perceberam contradições em suas alegações, incompatíveis com as informações passadas para o Núcleo de Registro de Estrangeiro da unidade.


Após as acareações, o casal confessou aos policiais que, na verdade, residem em Artigas, no Uruguai, e pretendiam obter o documento para abrirem empresas no Brasil.


Os estrangeiros pagaram fiança e responderão em liberdade pelo crime de uso de documento falso e falsidade ideológica perante a Justiça Federal.


A Polícia Federal informa que a obtenção da autorização de residência é condicionada a uma sindicância das informações prestadas durante a apresentação do requerimento, podendo responder pelo crime de falsidade ideológica caso sejam inseridas informações falsas nesse documento, cuja pena pode chegar até 5 anos de reclusão


Fonte: Polícia Federal

Foto: Lucas Bichinque | Sentinela 24H

1.003 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo