Capataz tem dia de fúria na zona rural de Livramento e foge para Rivera

Na segunda-feira (3), um mistério tomou conta na região da Coxilha Negra, pois em uma estância localizada naquela localidade, a 30km da vila Thomaz Albornoz e da vizinha Massoller, um capataz teria sido vítima de assaltantes que roubaram o local, vandalizaram, mataram um cavalo e fugiram com outro e teriam levado o trabalhador do campo.


O caso foi registrado na DPPA de Santana do Livramento e fez com que a equipe do Setor de Investigação da 1ª DP de Livramento, realiza-se o deslocamento até a zona rural, para averiguar e fazer buscas no campo e na mata fechada, atrás da suposta vítima.


Em contato com moradores da estância, foi descoberto os primeiros fatos citados como a morte de um animal, roubo de outro e vandalismo. Além disso, armas que haviam na fazenda, também haviam sido levadas.


Chegando na vila Thomaz Albornoz, a Policia Civil descobriu que o capataz teria ido a vila com o cavalo roubado da estância e armado com calibre 12 e uma espingarda .22. Outra informação recebida pela equipe do Sentinela 24H, em contato com moradores de Masoller, é que o homem, de aproximadamente 50 anos, chegou a realizar disparos para alto e ameaçava pessoas na rua até que foi abordado por um grupo de jovens que o agrediu, porém, não se sabe se os autores da agressão teriam roubado as armas do peão.


A última informação averiguada pelo Sentinela, diz respeito ao paradeiro do capataz, e em resposta, o mesmo teria ido para outra localidade, desta vez, no lado uruguaio da Fronteira da Paz, chamada 4 bocas.


O caso segue sendo investigado pelo Setor de Investigação da Policia Civil.

Foto: Marcelo Ubal | Sentinela 24H



13,465 visualizações

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções