Cão Athos morre após 10 anos de serviços a Brigada Militar

Hoje é um dia triste para a Brigada Militar de Bagé. O cão Athos, que estava no canil da Força-Tática desde 2008, morreu hoje a tarde, vítima de um tumor na bexiga. Ultimamente, Athos estava sendo cuidado pelos soldados Perez e Kader, que cuidaram dele o final. "Infelizmente hoje a tarde, perdi em meus braços, o meu dupla, meu colega, meu amigo de quase 10 anos. Juntos participamos de diversas operações. Cumpriu com sua missão de combater o tráfico de drogas. Nós últimos dias passávamos todo o tempo junto, no serviço e em casa. Uma dor que parece que vai rasgar o peito. Que Deus e São Francisco o recebam em seus braços", relatou o soldado Kader.

Ele foi treinado pelos policiais do 6° Regimento de Polícia Montada para faro de entorpecentes. Trabalhou em vários municípios e em apoio a diversas instituições como Exército Brasileiro, Polícia Civil, Susepe, Polícia Rodoviária Federal, entre outras.

Nesses mais de 10 anos no canil, Athos encontrou muitos quilos de drogas e auxiliou em diversas operações policiais. Inclusive, criminosos ofereceram dinheiro para quem matasse o cachorro, porque ele estava atrapalhando a comercialização de drogas e ajudando a descapitalizar facções.

Nesta tarde, diversos policiais que trabalharam com Athos no canil, prestaram homenagens ao amigo canino que por muitos anos fez parte do cotidiano dos brigadianos.


Texto: Anderson Ribeiro | Jornal Folha do Sul Fotos: Cedida/BM


0 visualização

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções