Briga de religiosos tem duas versões distintas

Nos últimos dias, vídeos de uma "Guerra Religiosa" viralizaram nas redes sociais, mostrando uma discussão que terminou em um ataque e danos a uma casa, em Santana do Livramento.


O Motoqueiro Verde e a Motoqueira Pink conversaram com o seu Mozart Rui Azambuja que contou sobre a sua versão dos fatos, que ocorreram na madrugada de sábado para domingo.


Seu Rui conta que possui um centro de umbanda na casa de sua sogra, e que cada vez que o centro de umbanda funciona, o seu vizinho começa a reclamar, ofender, tirar foto e falar que a religião dele não é de Deus. Ele conta que a sua religião sempre fez o bem, que é umbandista e sempre respeitou a sua religião.


Na noite do ocorrido, os familiares de Seu Rui estavam saindo de sua casa, porque haviam feito um amigo secreto e o seu vizinho abriu a janela e começou a ofendê-los, perguntando oque eles estavam fazendo na rua naquela hora, só depois ele começou a fazer a filmagem.


Cledi dos Santos que é filha de seu Rui, conta que ninguém ameaçou o seu vizinho de morte como ele tem dito para as pessoas, e que apenas quer que ele respeite a sua religião. Ela fala que depois do acontecido o seu vizinho ligou para o seu chefe no trabalho, e começou a ofendê-la.


O centro de umbanda possui alvará e todos os documentos necessários para o funcionamento e funciona das 19:30 até as 22 horas. Há tempos atrás também ocorreu um conflito entre os vizinhos, mas tudo havia sido resolvido na justiça, porém novamente houve o desentendimento.


A família de Seu Rui entrou na justiça para que o seu vizinho prove que foi ameaçado de morte por eles e que pare de perseguir a família.


Fotos: Virgínia Abreu Fialho | Sentinela24H

476 visualizações0 comentário