Brasília, Santa Casa e mais: Sargento Doze fala sobre sua pré candidatura



Na quinta-feira (03), o Sentinela 24H deu continuidade ao "De Frente com a Coruja", programa que tem como objetivo apresentar os pré candidatos a Prefeitura de Santana do Livramento, com a comunidade santanense.


No seu nono programa, o entrevistado foi a pré candidato do PSL, Júlio César Figueredo "Sargento Doze", que respondeu a uma série de perguntas com o intuito da comunidade conhecer mais sobre o seu perfil, e ideias para o município.


O pré candidato foi o último a ser entrevistado, devido a estar realizando tratamento para COVID na cidade de Porto Alegre. Assim que possível, Sargento Doze retornou para Livramento e participou do programa.


O militar do Exército Brasileiro reformado, foi questionado sobre o porque ser prefeito do município. Segundo ele, "Para devolver a esperança de toda essa comunidade". Sargento Doze afirmou que tem andado pela cidade e visto as condições, o desleixo, o descaso, a falta de infraestrutura e os problemas na saúde e educação da cidade.


Além disso, o pré candidato falou sobre membros da comunidade que reclamam, mas não tentam mudar a realidade, "As pessoas precisam sair da sua zona de conforto para mudar, e não ficar sentadas reclamando e sem fazer a sua parte, precisam procurar sempre o caminho do bem. Cobramos atitudes que nós mesmos não temos no dia a dia".


Questionado sobre suas relações políticas na esfera Estadual e Federal, e sobre os possíveis benefícios das mesmas para Livramento, Sargento Doze afirmou que os principais recursos estão em Brasília. Ele então realiza visitas a vários parlamentares, incluindo do Partido dos Trabalhadores, que seria um dos principais opositores devido a linha ideológica. Com parlamentares do PSOL também, o pré candidato afirmou que possuí boas relações.


Graças a essas boas relações, ele afirmou ser possível trazer para o município recursos para a Santa Casa, caminhão para agricultura, além de outros. Porém segundo o Sargento Doze, é necessário que esses projetos sejam bem feitos e organizados para que possam captar recursos. "Hoje eu consigo conversar com qualquer Ministro, Senador ou Deputado Federal em Brasília, isso é muito importante para Santana do Livramento", contou ele.


Outras das perguntas realizadas para o entrevistado, foi sobre a situação do hospital Santa Casa de Misericórdia. O pré candidato contou que existem dois projetos que podem solucionar a situação do mesmo. Em um deles, de autoria do militar Biasuz, os recursos utilizados na festa Campereada, seriam revertidos totalmente para a Santa Casa.


Outro projeto envolveria o estacionamento rotativo, para que os recursos obtidos no mesmo fossem revertidos para o hospital, além dos empregos gerados.


No final da sua fala, Sargento Doze pediu que a população não perca sua esperança e otimismo, e não caia em armadilhas de falsas promessas. Que a população busque saber se os candidatos conhecem o que está escrito em seus respectivos planos de governo. O pré candidato encerrou afirmando que "Santana do Livramento é uma cidade de oportunidades".


Foto: Lucas Bichinque | Sentinela 24H

246 visualizações0 comentário