Ataque de assaltantes que aterrorizou Guarapuava deixou feridos, no Paraná

Mais de 30 criminosos fortemente armados tentaram assaltar uma empresa de transporte de valores, em Guarapuava, na região central do Paraná, durante a noite de domingo (17) e madrugada desta segunda-feira (18), segundo a Polícia Militar (PM). Dois policiais e um morador ficaram feridos.


Como foi o ataque?

De acordo com relato de testemunhas, os assaltantes fizeram moradores reféns e fecharam os acessos da cidade. Além disso, pelo menos sete veículos blindados foram usados na ação, segundo a polícia.


Testemunhas disseram ainda que os criminosos colocaram fogo em dois veículos em frente ao batalhão da Polícia Militar para dificultar a ação dos agentes de segurança. Houve confronto, que terminou com os policiais feridos.


O Exército foi acionado para reforçar a segurança. Enquanto isso, moradores ouviram diversos disparos. Guarapuava fica a 256 quilômetros de Curitiba. A cidade tem aproximadamente 183 mil habitantes, de acordo com estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


Noite de terror

Um vídeo mostra o momento em que moradores feitos reféns fazem um cordão humano durante a ação dos assaltantes. Nas imagens é possível ver pelo menos três homens de mãos dadas em uma rua que fica na região da empresa de transporte de valores, no bairro dos Estados.

Um carro também aparece atravessado na rua.


O que foi levado pelos criminosos?

Até a última atualização desta reportagem, a polícia não informou se os assaltantes conseguiram levar algum valor da empresa de transportes e não havia a confirmação da polícia sobre detalhes da ação do grupo no prédio.

Cidade fechada

Na fuga, os criminosos fecharam os acessos da cidade. Após a ação, durante a madrugada, os moradores de Guarapuava foram orientados a não deixarem as casas, devido ao risco à segurança.


Por volta das 5h45, a Polícia Militar informou que os criminosos conseguiram fugir rumo ao interior do estado e, momentos depois, afirmou que os moradores poderiam sair de casa.


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) afirmou que os acessos via BR-277 também foram liberados. Não houve suspensão de aulas ou cancelamento de outros serviços no município.


Quem são os feridos?

Três pessoas ficaram feridas, sendo dois policiais militares e um civil.


Os policiais feridos no ataque foram os cabos José Douglas Bonato e Ricieri Chagas. A polícia informou ao g1 que Bonato teve fratura na perna, foi operado e não corre risco de morrer.


O cabo Ricieri, no entanto, foi internado e intubado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e apresenta quadro estável. Nas redes sociais, familiares e amigos pedem orações e doação de sangue para o agente de segurança.


Conforme a prefeitura, o civil atingido passa bem. A administração municipal não forneceu mais informações.

Fotos: Divulgação

152 visualizações0 comentário