Assalto, reféns e pronta resposta binacional: Plano de Defesa da Cidade é simulado pela BM

Na manhã desta terça-feira (12), a Brigada Militar realizou um exercício de Plano de Defesa da Cidade de Santana do Livramento. Sob os olhos de seu Comandante Geral da corporação e autoridades militares, a movimentação deu início as 9h, onde a simulação de um ataque ao Banco do Brasil foi posta em prática.


Antes da ação, ruas foram interrompidas e trânsito desviado, sendo feito com apoio da Secretaria de Trânsito. Além dos servidores municipais, as demais forças de Segurança e resgate também atuaram na ação.


A movimentação chamou a atenção dos turistas que achavam que toda a ação era real, questionando a equipe sobre o que estava acontecendo.


Após o suposto ataque ao banco com reféns, com cordão humano e vítima ferida. Em simultâneo, no portão principal do 2ºRPMon, um ônibus bloqueou a saída de viaturas. Após os assaltantes saírem do banco, alguns foram presos na linha divisória em conjunto com a Policia de Rivera, enquanto, segundo o Major Silveira, outros indivíduos teriam ido para a zona rural, local onde haveria mais um passo do trabalho simulado, enfrentamento das forças e varredura por campo e mata.


Além das viaturas terrestres, o helicóptero da Brigada Militar também foi incorporado na atuação.


O simulado apenas ilustrou parte do trabalho realizado pelas forças, sendo que na prática, todo efetivo se adapta a situação em que for colocado a prova durante crimes de tamanha proporção.


A equipe do Sentinela 24H esteve com 100% da sua equipe empregada na simulação, para trazer todos os ângulos desta ação promovida pela Brigada Militar.


Fotos: Yuri Teixeira | Sentinela 24H



1.577 visualizações0 comentário