Após festa, brasileiros são espancados e colocados em porta malas no lado uruguaio da Fronteira



Na tarde desta quarta-feira (21), a Brigada Militar foi chamada para se deslocar até as imediações do Cerro Caqueiro, atender uma ocorrência com uma trama saída diretamente de um filme, onde jovens brasileiros teriam sido espancados, trancados em um porta malas e desovados.


O fato se iniciou na cidade de Canoas, onde um jovem de 19 anos e um adolescente de 15 anos, naturais de Porto Alegre e Erechim, teriam vindo através de um aplicativo de mobilidade urbana até a Fronteira da Paz, e daqui foram até a cidade de Tranqueras.


Segundo informações extraoficiais, lá eles teriam sido interceptados e até mesmo feito o exame PCR para diagnosticar se estavam com Coronavírus ou não, protocolo realizado com todos os estrangeiros. Eles ainda teriam sido orientados a permanecer em isolamento até a divulgação do resultado.


Os brasileiros então acabaram indo até uma festa clandestina na cidade, e lá teriam tido uma desavença, sendo espancados e trancados no porta malas de um automóvel, sendo desovados posteriormente no Cerro do Caqueiro, em Livramento.


Ainda segundo os jovens, um homem e uma mulher que também estariam com eles, permaneciam desaparecidos, tendo sido colocados no porta malas de outro veículo com o objetivo também de ser desovados, mas que até o momento não teriam mantido nenhum contato.


Ambos foram conduzidos até o Pronto Socorro da Santa Casa de Misericórdia, e posteriormente seriam encaminhados até a DPPA. A Polícia de Rivera e de Tranqueras está em alerta, investigando o caso.


Foto Ilustrativa: Manuel Posada | Sentinela 24H

1,125 visualizações0 comentário