Advogados estavam exercendo ilegalmente sua profissão em Livramento



No dia 29 de julho de 2020, a Comissão de Fiscalização do Exercício Profissional da Ordem dos Advogados do Brasil recebeu uma denúncia de que na cidade de Santana do Livramento estava sendo realizada a captação irregular de clientes e exercício ilegal da profissão.


Ao ser constatado que existiam práticas ilegais e antiéticas o coordenador da referida Comissão, Dr. Fábio Kasper e a coordenadora adjunta, Dra. Fernanda Diez, se locomoveram até o hotel onde estariam realizando as supostas captações de clientes realizadas por dois indivíduos.


Sendo que estes se negaram a assinar notificação extrajudicial lavrada pela referida Comissão, logo, não restou outra alternativa a não ser acionar a Brigada Militar e o vice-presidente da OAB, Dr. Claudio Munhoz, para que assim ficasse registrada a ocorrência e acompanhar a legalidade da fiscalização.


A Comissão de Fiscalização do Exercício Profissional da Ordem dos Advogados do Brasil mostra gratidão ao excelente desemprenho da Brigada Militar pela condução da abordagem, e agradece ainda ao Dr. Claudio Munhoz por sem hesitar se locomover até o local.


Pelo exposto a Comissão deixa a sociedade em alerta com pessoas que possam vir a se passar por profissionais da área, oferecendo os serviços jurídicos, particularmente quando os atendimentos forem realizados em locais que não sejam escritórios físicos de advocacia.


Foto: Manuel Posada | Sentinela 24H

1.160 visualizações0 comentário