Adolescente escreve ameaças de massacre em escola de Livramento



Na tarde desta quarta-feira (25), a equipe do Sentinela 24H conversou com a Delegada de Polícia Civil, Giovana Muller, sobre uma grave denúncia, onde um adolescente teria ameaçado realizar um massacre em uma escola de Santana do Livramento.


Segundo informou Giovana, o caso foi registrado pela diretora da escola no final da tarde da última segunda-feira (23). Foi apurado que nas classes de uma sala de aula, haviam escritas noticiando um massacre de iria ocorrer no próximo dia 30 de maio, além de outras ameaças envolvendo a morte de alunos.


"A situação gerou preocupação e um nível de estresse muito grande", contou a Delegada. A Polícia Civil em uma pronta resposta tomou providências e conversou com alguns alunos, no sentido de apurar os fatos.


Dentro dos vários alunos, meninos e meninas, um desses adolescentes teria confessado que escreveu as ameaças, afirmando que não teria intenção e que não teria consciência da gravidade, pedindo desculpas pelo ocorrido. Um registro de adolescente infrator foi instaurado e será encaminhado ao Ministério Público, para que as providências cabíveis sejam tomadas.


A Delegada Giovana ainda aproveitou a oportunidade para tranquilizar a comunidade, afirmando que embora houvesse a ameaça, foi apurada a autoria, conversado com a pessoa e esta esclareceu que se tratou, por assim dizer, de uma "brincadeira de mau gosto", não havendo concretude por parte da ameaça.


Além disso, a direção providenciou o patrulhamento da Brigada Militar, para a data mencionada nas ameaças.


Confira a entrevista na íntegra:



Foto: Lucas Bichinque | Sentinela 24H

3.562 visualizações0 comentário