Condenado pelo estupro da enteada de 13 anos é preso em Canoas


Um homem de 39 anos condenado pelo estupro da enteada de 13 anos em Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre, foi preso no sábado (26) na Operação Inocência. Ele foi encontrado pela polícia na casa da mãe, no bairro Vila Ipiranga, em Porto Alegre.

Agentes da Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente de Canoas cumpriram um mandado de prisão preventiva condenatória. Segundo o delegado Pablo Queiroz Rocha, que comandou a ação, ele foi condenado, em primeira instância, pela 2ª Vara Criminal de Canoas, pelo crime de estupro de vulnerável.

O crime aconteceu há três anos. De acordo com o delegado, a mãe da vítima, ex-companheira dele, já tinha uma medida protetiva de urgência contra o homem.

"Fato muito grave. O depoimento da menina foi bem comovente", descreve o delegado.

A vítima teria relatado à época que o padrasto estava embriagado e teria forçado a entrada na sua casa. Conforme relatos dela à polícia, ele teria tido um surto, agarrando-a, rasgando suas roupas e a arrastando para o banheiro, onde teria cometido o estupro.

A vítima teria conseguido fugir e contado a uma vizinha o que havia ocorrido. Com o auxílio dela, teria ido a um hospital e, depois, prestado queixa à polícia.

Para o diretor da Delegacia Regional de Canoas, delegado Mário Souza, a operação faz parte de uma política da Polícia Civil da região, que pretende baixar os índices de crimes desta natureza:

“O combate aos crimes contra adolescentes e crianças é prioridade absoluta na região, devido às fortes sequelas emocionais que esses crimes geram".

O homem foi encaminhado ao sistema prisional, onde já cumpre a pena.

Fonte: G1

Foto: Policia Civil


237 visualizações

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções