• G1 RS

Governo do Rio Grande do Sul adere a cooperação em favor da liberdade religiosa


O governo do Rio Grande do Sul aderiu à Declaração de Córdoba, documento proposto pelo Grupo de Diálogo Inter-religioso que demonstra comprometimento com a liberdade religiosa. A assinatura do termo foi nesta quarta-feira (16), no Palácio Piratini.

Com isso, o Rio Grande do Sul passa a ser considerado área de convivência inter-religiosa. A assinatura, embora não tenha consequências concretas, é importante para o estado, afirma o secretário de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Catarina Paladini.

"Isso dialoga com a realidade do RS, que tem várias matizes, etnias, e tem crescido cada vez mais, com a presença de senegaleses, venezuelanos e haitianos", afirmou, em entrevista ao G1.

Ele observa que o estado é laico e não pode impor nenhum credo religioso aos seus cidadãos. "Mas precisa permitir que todos possam exercer a sua pluralidade", afirma.

"Vários conflitos do mundo derivam da intolerância. É fundamental reconhecer esse bom convívio, harmônico, que reflete a cultura brasileira. Essas culturas formam o nosso estado e a nossa riqueza", assinala.


0 visualização

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções