Playstations que seriam doados à escolas somem em Cachoeira do Sul


Uma sala repleta. Jarras elétricas, brinquedos e roupas são alguns objetos que enchem espaço na secretaria municipal de Administração (antigo Fórum, Centro). Deveriam ter ainda videogames que poderiam ser repassados para escolas de Cachoeira do Sul. No entanto, as caixas estavam vazias. Ao todo, os dois equipamentos têm valor de mercado perto de R$ 4 mil.

Na manhã desta terça-feira (8), os vereadores Itamar Luz (PSDB) e Telda Assis (PT) – integrantes da comissão da Educação na Câmara – foram averiguar uma denúncia sobre o material entregue pela Receita Federal para a Prefeitura. Inicialmente, os dois não conseguiram entrar na sala. Funcionários justificaram aos vereadores que não estariam com a chave para abrir o local. Luz e Telda foram até o prefeito Sérgio Ghignatti e contaram o caso. A ordem foi para abrirem a sala aos dois parlamentares. A chave apareceu.

Dentro da sala, os vereadores localizaram apenas as caixas dos aparelhos de jogos, nas marcas Playstation 3 e Playstation 4. Solicitaram a lista de material que deveria estar no espaço, mas foram informados que precisariam fazer um pedido para terem acesso aos registros. Mais uma vez, Ghignatti agiu e orientou que a lista seja entregue até quarta-feira (9) aos vereadores.

Luz e Telda já buscam mais informações na unidade da Receita Federal sobre os objetos apreendidos que foram repassados para a Prefeitura. “Vamos até o fim com essa história. Se existe algo errado, vamos descobrir. É nossa função fiscalizar”, resumiu o vereador.

Em uma das caixas encontradas, um aparelho ainda estava dentro. “Recebemos a informação de que elas (caixas) vieram lacradas. Não tem sentido enviarem as caixas vazias para a Prefeitura.”, observou Luz.

Fonte: Portal O Correio de Cachoeira do Su

Foto: Itamar Luz


51 visualizações0 comentário