Delegado afirma: lei que proíbe divulgação do nome de presos pode incentivar o crime


Em realidade parecida com o que acontece em Santana do Livramento e região, uma notícia no norte do Estado, onde um passo-fundense foi preso pela delegacia Draco da Polícia Civil em Passo Fundo por envolvimento ao assalto a Banco de Faxinalzinho expôs uma realidade que favorece os bandidos de todo o Brasil: a lei de abuso de autoridade. Nela fica proibido que as polícias divulguem o nome de quem é preso ou figura o setor policial. A comunidade quer saber quem é o preso da cidade, mas a lei não permite e o nome não foi revelado.

Em entrevista na rádio Uirapuru, o delegado responsável pela Draco de Passo Fundo, Diogo Ferreira, fez um desabafo sobre a nova lei. Conforme o delegado, esta lei atrapalha o trabalho da polícia. Ele explicou que as polícias não vão mais divulgar o seus trabalhos e afirmou que isso incentiva a criminalidade, pois se forem pegos, os bandidos não serão tornados públicos e ninguém vai saber quem eles são. Com isso, perde-se o medo de cometer crimes.

O delegado afirmou que agora há uma inversão de valores, pois, ao invés de punir de forma mais rígida quem comete um crime, o que se vê é uma proteção.

Fonte: Rádio Uirapuru de Passo Fundo


403 visualizações

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções