Policial Militar santanense se qualifica em curso de Operador Aerotático


Nos últimos meses, o policial militar santanense Junior Muniz, realizou o curso de Operador Aerotático. Com duração de 45 dias, foi realizado principalmente na cidade de Capão da Canoa, tendo semanas de atividades nas cidades de Porto Alegre e Osório. Sendo a terceira edição realizada nos últimos dez anos, o curso anteriormente era chamado de Tripulante Operacional, mas após uma regulamentação da ANAC, mudou sua denominação.

O curso envolve principalmente salvamento em locais de difícil acesso, como em cânion, mata fechada, mar e meios aquáticos. Consiste no Operador Aerotático saltando da aeronave, pegando a vítima e colocando na puça, que é o nome da cesta utilizada para os resgates.

Além disso, é ensinada a atividade de rapel, para quando a aeronave não consegue chegar ao local em que a vítima esta. Segurança e transporte de autoridades também é trabalhado durante o curso.

O Operador Aerotático atua no patrulhamento aéreo, no apoio as guarnições em ocorrências que demandam uma extensão mais ampla para a busca, como assaltos a bancos e sequestros, por exemplo. Além de todas essas capacitações, o policial é capacitado também para realizar disparos de arme de fogo dentro de aeronava, e resgate através de cordas, cabos e maca.

O curso habilita dá uma ênfase grande ao APH Tático - Atendimento Pré Hospitalar Tático, ''Na situação que tu tem que dar apoio para um colega em situação de confronto com os meios que tens a disposição. Tu consegue fazer o resgate do colega e tirar ele daquela situação de perigo'', contou Junior.

O policial militar declarou para nossa reportagem, ''Fiz esse curso com o intuito de me qualificar, é um curso bem difícil de concluir e de ser realizado, tanto que de 2009 para cá só tiveram três edições. Futuramente se eu quiser trabalhar em uma cidade como Porto Alegre, já tenho uma unidade''.

''Salvamento em altura, salvamento em local de difícil acesso, salvamento aquático e policiamento, além de transporte de autoridades. O curso é basicamente isso.'', finalizou o policial Junior.

Fotos: Acervo Pessoal Junior Muniz


685 visualizações0 comentário