Estupro e morte de criança de 5 anos tem inquérito concluído em Santa Maria


Após conceder coletiva de imprensa, a Polícia Civil remeteu Inquérito Policial que apurou o estupro e a morte de uma menina de 5 anos portadora de paralisia cerebral.

O fato ocorreu no dia 07/09/2019, sendo que a criança chegou em óbito ao Hospital Universitário de Santa Maria por volta das 5h. No local constatou-se que a vítima havia sofrido grave violência sexual.

Realizadas diligências preliminares, como perícias e oitivas, chegou-se à autoria do crime, tendo havido representação pela decretação da prisão preventiva de um indivíduo de 18 anos, filho do padrasto da vítima, que confessou o crime e foi recolhido ao Presídio Estadual de Santa Maria no mesmo dia do crime.

O indivíduo foi indiciado pelo crime de estupro de vulnerável qualificado pela morte, crime este hediondo, que pode chegar a 30 anos de prisão.

Foram realizadas 25 oitivas na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente de Santa Maria, comandadas pela Delegada Roberta Trevisan, Titular da DPCA, além de terem sido apreendidos diversos telefones celulares, uma CPU, roupas que possam conter vestígios dos fatos, entre outros.

Foi procedida perícia no local do fato e foram realizadas coletas de material genético para confrontação com o material colhido da vítima. A causa da morte foi asfixia mecânica. Os laudos periciais ainda não concluídos serão remetidos ao Poder Judiciário assim que recebidos pela Polícia Civil.


252 visualizações0 comentário