Prefeitura de Bagé anuncia recolhimento de cães de rua


Após o registro do ataque de um cão de rua a uma menina de 3 anos de idade, no final de semana, em uma praça de Bagé, o secretário de Saúde e Proteção à Pessoa com Deficiência, Mario Mena Kalil, e o prefeito Divaldo Lara, anunciaram uma medida destinada ao recolhimento de todos os animais que residem em vias públicas que não possuam tutores. De acordo com o anúncio, os cães serão encaminhados à Unidade de Atenção e Cuidado aos Animais, onde serão "tratados, cuidados e estarão disponíveis para adoção responsável".

Em apoio à família da criança atacada, o Executivo divulgou, em nota oficial, que disponibilizou toda a gestão da saúde para auxiliar no tratamento, em especial na cirurgia plástica. "É importante registrar o nosso apoio à família que passa por este momento difícil. Não queremos que esta situação seja repetida com outros bajeenses", disse Divaldo. O prefeito citou que, há alguns anos, foi criada a cultura do cão comunitário, época em que foram feitas casinhas para os animais que são cuidados por diversas pessoas. Contudo, o chefe do Executivo questiona que ninguém se responsabiliza quando há acidentes envolvendo os caninos.

A partir desta situação, e para evitar que se repita o incidente, a Coordenadoria do Bem-Estar Animal (CBEA) já está buscando, informou a nota, os tutores dos cães comunitários, localizados nas praças públicas da cidade, para que assumam suas responsabilidades pelas ações dos referidos animais.


269 visualizações0 comentário