Golpe dos Nudes faz diversas vítimas no Vale do Taquari


Os estelionatários encontraram um novo golpe para faturar pela internet. Chamado de “Golpe do Nudes”, a farsa vem gerando problemas, em especial para homens, de diversas cidades no Vale do Taquari – entre elas Lajeado, Estrela, Arroio do Meio e Forquetinha. Alguns deles, cuja identificação não pode ser revelada, são pessoas públicas, empresários e casados. Polícia alerta para cuidados.

Os golpes seguem um padrão similar na maioria dos casos. Uma mulher jovem ou adolescente solicita amizade da vítima pela rede social Facebook. Depois de aceitar o convite, começam a trocar mensagens, fotos e em alguns casos, contatos de whatsapp.

As conversas avançam e a intimidade também. A suposta jovem pede fotos íntimas das vítimas e envia as suas. Quando está com um material amplo, revela sua idade – pouco mais de 15 anos.

Neste momento, surge um homem, que interpreta ser o pai da jovem.

Em algumas conversas o golpista afirma ser um policial civil e promete denunciar o homem para as autoridades, a não ser que pague pelo silêncio. Em outras diz que a filha foi expulsa da escola depois de mostrar para as colegas as imagens e conversas íntimas. Mas em todos os casos, tudo pode “ser resolvido” se a vítima depositar valores na conta.

As quantias perdidas na região variam de R$ 6 a R$ 32 mil. Em alguns casos, homens registraram ocorrência, mas não chegaram a depositar o valor.

Orientações da polícia

De acordo com a delegada de Polícia, Márcia Scherer, para estes casos há três indicações básicas e uma acaba se relacionando com a outra:

– NÃO SE RELACIONAR: homens não devem buscar relacionamentos na internet, em especial se forem pessoas desconhecidas e muito menos se foram menores de idade;

– NÃO SE EXPOR: nunca mandar fotos íntimas pela internet;

– NÃO PAGAR: caso tenha se relacionado e mandou fotos, não caia na chantagem e mande fotos. Procure a polícia

De acordo com a delegada, esse golpe é muito delicado porque o simples fato do homem aceitar conversar e trocar fotos com uma adolescente via internet já mostra a intenção criminosa. “Muitos homens tem fetiche por adolescentes. Mas lembro que isso é crime.”

Márcia ainda diz que as vítimas que pagam sabem que é crime este tipo de atitude. Mas o alerta é para não pagar. “Estelionatários não param. Quando mais pagar, mais vão cobrar.”

Outras regiões

A Polícia Civil também tem registros de vítimas em Torres, Cachoeirinha e Portão e acredita que o golpe parte de dentro de casas prisionais.

Uma pessoa que recebeu os depósitos já foi identificada e está cadastrada como visitante de um presidiário.

A polícia também não descarta que há muito mais casos, porém não são registrados, uma vez que as vítimas sentem-se envergonhadas de ter seus nomes registrado em ocorrências de crimes como este.

Fonte: Agora no Vale


129 visualizações

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções