Revolta contra assassino de Ana Clara termina com em confusão


Na tarde deste sábado, enquanto o padrasto e a mãe da menina Ana Clara, 4 anos, morta a socos pelo referido homem, foram ouvidos na Juizado de Rivera. Na frente do local, uma comoção tomou conta, com a presença de parentes, amigos, coleguinhas e pessoas que foram dar força para a família, porém, quando houve a entrada do acusado no local as pessoas começaram a arremessar objetos, sendo um deles um capacete que atingiu o vídeo da frente do juizado.

Ninguém foi preso, porém, os policiais tiveram que acalmar as pessoas. A autora será responsabilizada pelo dano ao patrimônio.


7,482 visualizações

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções