• Band RS

Estelionatário com lista é vítimas no RS é preso em São Paulo


Um homem, que realizava crimes de estelionato, se passando por um Policial Federal, foi preso em um shopping, na cidade de São Paulo capital. O criminoso atuava nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Cataria, Paraná e São Paulo.

O Delegado João Luís Correia da Rocha, Chefe da Delegacia de Defesa Institucional, relata que o caso vem sendo investigado há alguns meses. Os alvos eram mulheres e também alguns empresários. “Final de março nós recebemos informações de que um homem estaria se passando por policial federal com a finalidade exclusiva de conseguir dinheiro através de estelionato, enganando pessoas”.

A denúncia foi realizada, após uma dessas mulheres perceber, que o suposto companheiro não possuía nenhuma ligação com a Policia Federal. Na residência desta vítima, a polícia encontrou, diversos itens, além de uniformes ostensivos da polícia e algumas armas Air Soft, que possuem uma ponta laranja, para evitar que seja confundida com uma arma de fogo.

“Foram apreendidos um fuzil, uma espingarda e duas pistolas, dois coletes da Polícia, um colete com a identificação, as letras da Polícia Federal, alguns emblemas bem similares aos que nós de fato utilizamos”.

Na maioria dos casos esse homem tinha um relacionamento amoroso com as vítimas, se identificando como Policial Federal de Profissão e morava por um período com essas mulheres até conseguir algum retorno financeiro. Segundo o delegado João Rocha, no caso dos empresários, atuava vendendo mercadorias que foram apreendidas e que poderiam ser repassadas a um preço inferior ao de mercado. Também oferecia passaporte e vistos americanos para a família dessas pessoas.

“Conseguiu enganar também alguns empresários aqui do Rio Grande do Sul dizendo que tinha mercadorias apreendidas para vender. Então ele conseguiu obter dinheiro de vários empresários. Temos uma vítima que ele conseguiu obter dela R$ 9 mil com promessa de conseguir um visto do Consulado Americano para a família desta pessoa”.

A Policia Federal segue investigando o caso, pois não descarta a possibilidade de mais vítimas.

Fonte: Band RS


88 visualizações

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções