Empate com o Peru basta para a classificação do Brasil


Após o término da segunda rodada da Copa América, duas seleções já garantiram classificação para as quartas de final: Colômbia e Chile. Os colombianos já garantiram, inclusive, a primeira posição do Grupo B. Já os chilenos estão classificados, mas ainda não sabem se em primeiro ou segundo do Grupo C. E o Brasil?

A seleção brasileira está com a ida para as quartas encaminhada. Apenas um empate já garante, matematicamente, o Brasil na próxima fase. Até mesmo uma derrota pode classificar a Seleção. Com nenhum ponto até o momento, a Bolívia não pode mais alcançar o Brasil, o que já deixa a seleção brasileira em terceiro lugar, no mínimo. Veja os possíveis cenários abaixo:

Brasil em primeiro

Caso a seleção brasileira termine como líder do Grupo A, a equipe pode enfrentar o terceiro colocado do Grupo B ou C. Dependendo de qual deles se classificar com melhor campanha. A disputa, porém, está aberta. Lembrando que o regulamento permite que os dois melhores terceiros colocados avancem de fase. Como o Brasil é do Grupo A, o terceiro melhor do Grupo B ou C pode encarar os comandados de Tite.

Brasil em segundo

A Seleção só termina a primeira fase da Copa América em segundo com duas combinações de resultado: derrota para o Peru e vitória ou empate da Bolívia contra a Venezuela. Com isso, o Peru terminaria em primeiro e o Brasil em segundo. Os venezuelanos fechariam em terceiro caso empatassem. Se os bolivianos vencerem a partida quem terminaria em terceiro seria a Bolívia.

Com este quadro, a seleção brasileira pega o segundo colocado do Grupo B. Como a Colômbia já garantiu a primeira posição deste grupo, ela é a única que não pode enfrentar o Brasil nas quartas. Argentina, Catar e Paraguai podem fechar a fase de grupos em segundo e pegar a Seleção.

Brasil em terceiro

Para terminar em terceiro, o Brasil precisaria perder para o Peru e a Venezuela teria de bater a Bolívia na outra partida do Grupo A. Com isso, a seleção brasileira enfrentaria o primeiro do Grupo C, sem definição de posição até o momento.

Com a vitória chilena sobre o Equador nesta sexta-feira apenas duas seleções podem acabar na liderança do Grupo C: Chile e Uruguai. A definição do primeiro lugar acarretaria no adversário do Brasil nas quartas de final.

O Brasil pode ser eliminado?

Caso perca para o Peru e seja o pior terceiro colocado, sim. Mas, a combinação de resultados é muito improvável. Para isso, o que precisaria acontecer?

  • No Grupo A, a Venezuela deve ganhar da Bolívia para somar 5 pontos e deixar a Seleção na 3ª posição com 4 pontos.

  • No Grupo B, o Paraguai precisa ganhar da Colômbia para somar 5 pontos e alcançar a 2ª colocação. Além disso, a Argentina ou o Catar precisam tirar 5 ou 4 gols de diferença no saldo de gols, respectivamente.

  • No Grupo C, há duas possibilidades: em ambas o Japão precisa tirar uma desvantagem de sete gols de diferença para o Brasil. Na primeira, o Uruguai perde para o Chile por apenas um gol de diferença e o Japão ganha do Equador pensando em tirar a diferença de sete gols para o Brasil. Com isso, o Chile terminaria em 1º com 9 pontos, o Japão em 2º com 4 pontos (3 gols de saldo e 9 gols pró) e o Uruguai com 4 pontos (3 gols de saldo e 7 gols pró). Na segunda, o Uruguai vence o Chile e o Japão vence o Equador com goleada para tirar a diferença de sete gols para o Brasil.

Fonte: Globoesporte.com


0 visualização

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções