Cão é espancado por alunos e jogado do 2º andar de uma escola em Canoas


“Foi sim um caso claro de maus-tratos contra animais e a Polícia Civil cabe responsabilizar os autores”, disse, em tom bastante severo, o delegado Pablo Queiroz Rocha ao falar das agressões sofridas por um cãozinho na tarde desta quarta-feira em Canoas.

Segundo apontou a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), dois menores de 13 e 16 anos agrediram a chutes e pontapés um cachorro que vive na Escola Municipal Professor Thiago Wurth até derrubá-lo do 2º piso da instituição. “Eles começaram a chutar o animal fazendo que era brincadeira e de repente já estavam judiando do bichinho. Muita gente viu”, revelou.

“O cãozinho caiu do 2º andar do prédio e se machucou todo. Foi uma queda de cerca de sete metro. Muito cruel.” Ferido, o animal foi socorrido e encaminhado para atendimento veterinário.

Operação Arca A Polícia Civil tem uma ação permanente contra os maus-tratos de animais chamada Operação Arca. Então é claro que o caso não iria passar batido. Até porque a violência contra o cãozinho deixou atônitos não só pais e professores da Escola Thiago Wurth, mas também os próprios estudantes da instituição, motivo pelo qual a polícia foi acionada.

Embora não tenham sido apreendidos por conta do crime, os dois estudantes vão responder pela agressão tendo em vista o artigo 32 do Código Penal que trata dos maus-tratos contra animais. Tanto que eles passaram a tarde toda desta quarta-feira dando explicações na Delegacia de Pronto Atendimento junto a responsáveis. “Eles assumiram o que fizeram.”

Fonte: Poa 24 Horas

Foto: Imagem Ilustrativa


0 visualização

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções