Preso na Argentina, o segundo envolvido na morte de pai e filho em joalheria, em Estância Velha


A Polícia Civil gaúcha ainda tentar entender as circunstâncias que levaram à prisão o criminoso Davi dos Santos Mello, 20 anos, acusado de participar do assalto a Ótica Elaine, que resultou na morte de pai e filho, em abril deste ano, na cidade e Estância Velha.

A informação inicial é de que Mello foi preso a caminho de Soberbio, cidade argentina, província de Misiones. Ele estava em um Peugeot 206, que era conduzido por um cidadão argentino, contratado por uma terceira pessoa.

Em Soberbio, o assaltante seria resgatado por um familiar, que a polícia de San Vicente ainda não detalhou quem seria.

Davi dos Santos Mello foi preso por volta das 14 horas deste sábado, na Argentina. Agora, a A Polícia Civil estanciense trabalha para trazer o acusado de volta para o Rio Grande do Sul.

O comparsa de Davi já havia sido preso pela Brigada Militar no dia 23 de abril. Rafael Santos Domingues, 19 anos, foi preso em Portão, na casa de um traficante.

Davi e Rafael são apontados pela Polícia como os autores do latrocínio que vitimou fatalmente os empresários Leomar Jacó Canova (pai) e Luiz Fernando Canova (filho).

Fonte: Jornal O Diário


1,458 visualizações

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções