• G1/RS

Suspeito de matar e enterrar mulher desaparecida é preso em Dom Pedrito


O homem, de 49 anos, suspeito de matar e enterrar Vera Lúcia Severo Lemos, de 30 anos, desaparecida há um ano, se entregou a polícia no início da noite de quarta-feira (15), em Dom Pedrito, na Região da Campanha, no Rio Grande do Sul. Ele foi encaminhado ao presídio de Dom Pedrito.

A prisão preventiva de Leopoldino de Lima Moraes foi decretada durante à tarde. A polícia chegou a fazer buscas, mas não encontrou o suspeito.

Leopoldino se apresentou na delegacia acompanhado de um advogado e disse que se manifestaria apenas em juízo.

O corpo de Vera Lúcia foi encontrado, na madrugada de quarta-feira, enterrado na casa do homem.

A escavação levou cerca de 7h e contou com o apoio de dois cães farejadores, usados nas buscas de cadáveres em Brumadinho, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e militares do Exército.

De acordo com a Polícia Civil, Vera Lúcia Severo Lemos, de 30 anos, estava desaparecida deste abril do ano passado.

A mulher havia dado à luz um bebê semanas antes de desaparecer. Segundo o inspetor, a criança nasceu prematura e estava internada na ala neonatal do hospital da cidade.

"Nós desconfiamos de feminicídio desde o início da investigação. Conseguimos um mandado de busca algumas semanas depois e fizemos diligências na casa do suspeito. Lá localizamos documentos dela e uma faca que estava escondida no interior da casa, num local muito suspeito. Uma área recém construída, acimentada às pressas, mal feita. Desconfiamos que ela estava naquele piso".

A polícia pediu exame de DNA, mas diz que o corpo é da mulher.

"O cadáver tinha uma pulseira de prata igual, a mesma que ela usava em uma foto. Só temos que ter certeza disso".

Fonte: G1 RS

Foto: Polícia Civil / Divulgação


207 visualizações

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções