Conselho Regional de Medicina Veterinária do RS se manifesta sobre a polêmica dos animais pintados


A Campereada Internacional de Santana do Livramento utilizou animais pintados de rosa em uma prova de laço, fato que gerou polêmica. O Conselho Regional de Medicina Veterinária do Rio Grande do Sul (CRMV-RS) não incentiva esse tipo de prática em função dos riscos que podem ocorrer.

O CRMV-RS considera importante alertar que esse tipo de procedimento é arriscado quando não realizado por pessoas habilitadas e que tenham conhecimento de como fazer e quais os produtos permitidos para isso - tintas específicas para uso em animais.

Quanto ao quesito cultural, o Conselho não tem a liberdade de se manifestar por não ser sua incumbência.

Em nota publicada pela veterinária e Secretária de Agricultura de Livramento, o corante de bolo usado nos animais não são nocivos e os cuidados tomados, foram os mesmos do ano anterior.

Nas redes sociais, a repercussão além da saúde animal, foi a necessidade de pintar os animais e por não optar apenas por vestes ou acessórios cor de cosa, pela intenção de homenagear o Laço Perfumado.

Site da Globo, o mais acessado no país e um dos mais vistos no mundo, relembrou outros casos polêmicos envolvendo o tradicionalismo em Livramento, como do fogo criminoso no CTG e também a proibição do chimarrão dos servidores em repartições públicas.

Texto: ASCOM CRMV-RS

Foto: Jaderson Alves


0 visualização

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções