Após pifadas, Nico elogia Guerrero e cita entrosamento: 'Fica mais fácil jogar perto dele'


Nico López e Paolo Guerrero precisaram de apenas 90 minutos em campo para afinar de imediato a parceria no ataque do Inter. Na última terça-feira, o uruguaio deu duas assistências para o peruano marcar dois gols na vitória por 3 a 2 sobre o Palestino, que garantiu a equipe nas oitavas de final da Libertadores com duas rodadas de antecedência.

Principal jogador colorado na temporada e nos últimos dois anos, Nico não esconde a admiração pelo companheiro. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, o uruguaio disse que fica "mais fácil" jogar próximo ao camisa 9, quem considera um dos melhores atacantes do mundo.

- O Paolo começou agora. É muito importante para nós. É um dos melhores atacantes do mundo. Vai nos ajudar muito. Com Paolo, nós viemos treinando há um período. Fica mais fácil jogar perto dele - afirma Nico.

Com Guerrero no ataque, o uruguaio deu suas três primeiras assistências na temporada contra o Palestino - além do peruano, Patrick se aproveitou dos passes precisos de Nico López. Agora, o camisa 7 não só é o artilheiro do Inter no ano, com seis gols, como também lidera o elenco em número de passes para gol, ao lado de Rafael Sobis e Neilton.

- Quem estiver lá, sempre vai dar o melhor. Sabemos da qualidade do Guerrero. Ele esteve lá no momento certo. É um grande atacante. Foi mérito dele. Esse jogo é o primeiro do ano que faço assistências. Foram três. Fico feliz de ajudar o time. Tomara que possa ajudar muito mais - diz o uruguaio.

A parceria entre Nico López e Guerrero viverá uma prova de fogo neste domingo, às 16h, quando o Inter recebe o maior rival, Grêmio, no Beira-Rio, pelo jogo de ida da final do Gauchão. A volta está marcada para a quarta-feira, dia 17, às 21h30, na Arena.

Fonte: Globoesporte.com

Foto: Ricardo Duarte / Internacional


0 visualização

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções