Exame do Mormo pode acabar ainda este ano, destaca colunista da ZH


O exame do Mormo tem afetado o desfile Farroupilha nos últimos anos, pois, segundo os cavalarianos, nem todos tem dinheiro para este exame que eles declaram não encontrar nunca, "o tal Mormo", porém, afeta as economias de peões e prendas que querem fazer parte do maior evento Farroupilha do ano.

Na coluna do jornal Zero Hora, o jornalista e tradicionalista, Giovani Grizotti, destaca que exames serão feitos em 5.000 mil animais, após coleta de sangue, e se nao foi constatado nada, o caminho pode estar aberto para aqueles que estavam indignados com o exame anual antes do desfile do 20 de setembro.

Veja abaixo a publicação que será veiculada na edição do Jornal Zero Hora.

"A secretaria da Agricultura poderá acabar com a exigência para o exame de mormo, para os cavalos. Ao longo de 2019, serão coletadas 5.000 amostras de sangue dos animais. Se nenhuma der positiva, o estado será considerado zona livre da doença. O exame e os testes de influenza e anemia, são condição para obter a Guia de Trânsito Animal, necessária para deslocamentos a rodeios e cavalgadas. O assunto começou a ser tratado na gestão do secretário da Agricultura Ernani Polo. E segue com o secretário Covatti Filho. Notícia na minha coluna na Zero Hora."

Fonte: Giovani Grizotti | Zero Hora

Foto: Jeremias Lazo | Sentinela 24H


10,043 visualizações

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções