© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções

Leandro Souza, o pedritense que percorreu 350 km pedalando para conhecer a terra natal


Leandro nasceu em 1986, em Dom Pedrito, mas pouco – ou nada lembra – da Capital da Paz. Ainda pequeno foi levado para Rio Grande, onde cresceu. Ele decidiu retornar para tentar descobrir mais sobre sua família materna. O detalhe é que Leandro percorreu 350 km pedalando, parando de cidade em cidade.

Artista, ele produz artesanato, expondo sua arte nas redes sociais e também em locais disponibilizados, entretanto, logo na sua chegada, foi pivô de debates acalorados nas redes sociais, pois impedido, pela legislação municipal, de expor sua arte na praça General Osório, questão que estava sendo resolvida pela manhã, com auxílio do pedritense André Úria, quando conversamos com ele no salão nobre da prefeitura.

Até os seis anos, Leandro conta que foi criado pelo pai, de quem não guarda grandes lembranças. Após, foi levado a um orfanato em Rio Grande. O sobrenome “Souza” se refere à parte materna, ao qual ele quer buscar conhecer.

Leandro já realizou uma viagem pelo Uruguai, país que ele expressa admiração. Agora, na segunda viagem, escolheu como destino Dom Pedrito, sua cidade natal.

Questionado qual seria seu próximo objetivo, ele responde apenas “para onde o vento me levar”, mas logo depois diz que se destino deverá ser novamente o país vizinho.

André diz que vai buscar informações sobre Leandro junto ao cartório local, reunindo informações sobre passado materno.

Leandro mantém, nas redes sociais, duas páginas, o Atelie da Paz, onde mostra sua arte. No Facebook e no Instagram.

Fotos: André Úria


209 visualizações