Deputado quer proibição dos canudos plásticos em todo o Rio Grande do Sul


O deputado estadual Zé Nunes (PT), protocolou projeto de Lei nº 71/19, que proíbe o uso de canudos plásticos descartáveis em todo o território gaúcho. “O consumidor tem o direito de exigir adquirir bens e serviços que não agridam a natureza. Se comprovadamente causa danos ao meio ambiente e à saúde das pessoas, caracteriza-se abuso inaceitável na relação econômica e fere o exercício da cidadania”, disse. As informações são da assessoria do parlamentar.

Do conjunto de materiais plásticos encontrados nas águas dos oceanos, o canudinho tem ganhado destaque por ser usado amplamente por consumidores de todas as idades e ser descartado facilmente na natureza. Porém, está ao alcance da população contribuir para estancar essa fonte de poluição. E a possibilidade de frear isso é mudando os hábitos. “Diante dos impactos ambientais, a proibição se tornou uma tendência em todo o mundo. Já existem estabelecimentos comerciais que têm tomado iniciativas de abandonar o uso e substituir por canudos de metal, vidro, bambu ou papel, contou Zé Nunes.

O coordenador da Frente Parlamentar em Defesa do setor Pesqueiro da Assembleia sugere se repensar o consumo de materiais plásticos descartáveis, e considera sua redução, uma das ações mais efetivas.

Na Capital da Paz, canudos plásticos já são proibidos

Em Dom Pedrito, já existe a proibição dos canudos plásticos, conforme projeto de lei de autoria do vereador Renato Chiaradia (Progressistas), aprovado por unanimidade na sessão do dia 17 de dezembro. O projeto prevê multa para o estabelecimento que descumprir a norma.

Outros municípios do RS também já adotaram a legislação, incluindo Porto Alegre.

Leia mais aqui.


25 visualizações0 comentário

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções