Delegada confirma informação sobre a causa da morte de caçador de Javali


Na tarde desta sexta-feira (01), A Delegada Giovana Muller, titular das delegacias de Santana do Livramento e Quaraí, realizou uma coletiva de imprensa, onde informou de forma oficial o que já havia sido veiculado no Sentinela 24H, na madrugada da quarta-feira, que o resultado da necropsia do caçador, que informava a morte por infarto do miocárdio.

Matéria da quarta-feira do Sentinela 24H e grandes mídias do Estado

A perícia realizada nesta quarta-feira (30) no corpo do caçador encontrado morto na noite de terça-feira (29) apontou que ele morreu vítima de um infarto do miocárdio. Anderson Antonio Pieniak, 26 anos, desapareceu no último sábado (26), quando saiu para caçar javalis com amigos em Santana do Livramento, na Fronteira Oeste.

Inicialmente, autoridades policiais afirmaram que as circunstâncias em que o corpo foi encontrado indicavam que Pienak poderia ter morrido por ficar muito tempo sem alimento e sem água.

Morador de Erechim, Anderson estava em uma estância com outros nove amigos. Eles saíram em duplas para caçar, mas o companheiro de Anderson parou no meio do caminho. Depois de horas sem contato, os outros caçadores acionaram os órgãos de segurança.

As buscas mobilizaram, além da Brigada Militar e Bombeiros, a polícia uruguaia, cães farejadores, drones e um helicóptero.

Encerramos aqui a cobertura deste caso. Sentimentos a família, de toda equipe do Sentinela 24H.

Informações: Sentinela 24H e Jornal Zero Hora


1,366 visualizações

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções