Operação investiga corrupção no Procon de Porto Alegre


A Polícia Civil deflagrou, na manhã desta quarta-feira, uma operação para combater os crimes de associação criminosa, corrupção ativa e passiva no âmbito do Serviço de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor da Prefeitura Municipal de Porto Alegre (Procon/PMPA).

A ofensiva, chamada de Consumo Próprio, deve cumprir cinco mandados de busca e apreensão em Porto Alegre, Canoas e Viamão. A intenção é apurar possível pagamento de propina no setor jurídico do Procon e supostas irregularidades na realização de Compromissos de Ajustamento de Condutas.

Conforme a Polícia Civil, antes mesmo de proceder às autuações de pessoas jurídicas, o órgão municipal já escolhia o produto e quantidade desejada, bem como direcionava a indicação de quem a as autuadas deveriam comprar, o que, segundo a direção do Procon de Porto Alegre era vedado.

Na manhã desta quarta-feira, a reportagem do Correio do Povo tentou contato com o órgão investigado, mas não obteve respostas.

Fonte: Correio do Povo


0 visualização

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções