Mulher é acusada de manter o companheiro em cárcere privado e agressões


Na última semana, as filhas da vítima, que residem em Florianópolis receberam uma denúncia sobre o fato. Elas chegaram na residência do pai e se depararam com uma cena desumana. O idoso, de 62 anos, estava trancafiado em um quarto escuro, sem as mínimas condições de higiene, saúde e alimentação. A acusada e responsável, segundo o registro, é a companheira do aposentado de 38 anos.

Ainda, conforme as filhas, o pai é deficiente visual devido a problemas de saúde, diabetes. Com isso, a acusada teria se apropriado dos cartões e o valor da aposentadoria. O idoso é funcionário estadual.

Sem condições de caminhar, muito debilitado, abatido psicologicamente, com lesões na face, resultado de uma agressão da companheira, dois golpes de moleta, a vítima foi retirada do ambiente pelas filhas e encaminhado à DP para o registro.

A mulher, também, teria se valido do fato da dependência do companheiro para obrigá-lo a assinar diversos documentos e o valor da aposentadoria era ela quem recebia, mas sem dar a mínima condição de vida para o idoso. A acusada ainda o mantinha quase que em tempo integral dopado, dessa forma a alimentação era mínima, informaram as filhas. Ele passou por atendimento médico. A residência da vítima é no bairro Ibirapuitã em Alegrete.


0 visualização

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções